Notícias

Estratégias de PI e TT em Biotec no segundo dia de atividades do XXII Fortec no Rio de Janeiro

A Estratégia de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologias na Biotecnologia é o tema que abre o segundo dia de encontro do XXII do Fortec. A capacitação ficou a cargo do doutor em Biotec, Camilo Ansarah, da University of Southern Califórnia, nos Estados Unidos, com mais de oito anos de experiência em transferência de tecnologia, passando por instituições federais, estaduais e hoje um centro privado nos Estados Unidos. “A experiência que eu tenho lá fora pode ser aplicada aqui no Brasil, mesmo com mecanismos e legislações diferentes. Desta forma é importante aprendermos hoje o que eu trago para a palestra e aplicar de acordo com a realidade de cada local no país”, afirmou.

“Buscar capacitação para inovar”. Estratégia fundamental, que trouxe o Pró-reitor de Pesquisa Inovação e Pós-Graduação do Instituo Federal Sul Rio Grandense, Vinicius Martins, ao Fortec. “O IFES está pelos menos uns quatro anos atrasado em inovação. Temos o objetivo de nos equiparar as instituições de ponta e aqui eu me atualizo com estes profissionais”, destacou.

Encontro que também atrai os estudantes de pós-graduação em CT&I. Fernanda Reis é mestranda do PROFNIT e busca atualizações tanto na legislação, como boas práticas em transferência de tecnologias. “Quero analisar como as instituições estão se organizando em torno do novo marco legal, como são as práticas em transferência de tecnologia e com isso contribuir para a implementação na UFRJ”, destacou.

Entre os desafios da transferência de tecnologias no Brasil, o pesquisador destaca tanto a desburocratização da legislação,como o aumento do investimento em CT&I: “o Brasil tem um capital intelectual  humano maravilhoso, pessoas super competentes. Porém pelas próprias conversas que mantenho com os profissionais brasileiros, o gargalo, são as políticas de inovação, que precisam ser ajustadas para que não imperrem o desenvolvimento da inovação e o próprio investimento, seja nos escritórios, nas universidades e institutos de pesquisa para que geremos tecnologias de qualidade superior e tenhamos recursos para desenvolvê-las”, finalizou.

Alterado o local da Assembleia Ordinária 2018 do FORTEC

DATA E HORA:
10h00min de quinta feira, 18 de outubro de 2018
Início do credenciamento e disponibilização da lista de associados no pleno gozo de seus direitos (Art. 16 e Art. 17 do Estatuto).
13h30min de quinta feira, 18 de outubro de 2018
Início da Assembleia com chamada de quórum (Art. 24 do Estatuto):
1a Chamada: maioria absoluta dos associados em pleno gozo de seus direitos.
2a Chamada: 30 (trinta) minutos após, com qualquer número de presentes.

LOCAL:

Auditório, Instituto Nacional da Propriedade Intelectual, Rua Mayrink Veiga, 9, Centro, Rio de Janeiro, Brasil.
Instituto Nacional de Tecnologia (INT), Av. Venezuela, 82, Praça Mauá, Rio de Janeiro, RJ, CEP: 20081-312.

ORDEM DO DIA:
1. Informes dos órgãos do FORTEC e dos Associados do FORTEC;
2. Relatórios:
2.1 – Apreciar e submeter à aprovação o Relatório do exercício Maio de 2017 a Dezembro de 2017;
2.2 – Apreciar e submeter à aprovação o Relatório do exercício Janeiro de 2018 a Setembro de 2018;
2.3 – Apresentação dos Relatos das Coordenações Regionais do FORTEC – 5min por Coordenação.
3. Apreciar e submeter à aprovação contas e orçamento:
3.1 – Contas do exercício de Maio de 2017 a Dezembro de 2017;
3.2 – Contas do exercício de Janeiro de 2018 a Setembro de 2018;
3.2 – Orçamento para o próximo exercício.
4. Receber candidaturas complementares de cargos para a Gestão FORTEC 2019-2020 (Art. 27).
5. Eleger a Gestão FORTEC 2019-2020 (Art. 27).
6. Apreciar e submeter à aprovação a atualização de anuidades dos Associados.
7. Apreciar e referendar, mediante pré-projeto, as candidaturas ao XIV Encontro Anual do FORTEC 2020.
8. Apreciar e votar a Ata da Assembleia Ordinária 2018 ora realizada.

Mais informações e subsídios irão sendo disponibilizados na página da internet do FORTEC (http://fortec.org.br/documentos/editais/)

Carta conjunta SBPC e entidades

Ilmo. Sr.
JORGE ANTONIO DEHER RACHID
Secretaria da Receita Federal
Brasília, DF.

Senhor Secretário,

As entidades signatárias vêm à presença de Vossa Senhoria encarecer providências desse Órgão para que sejam liberadas as cotas de importação de equipamentos e insumos para pesquisa científica, tecnologia e inovação, conforme a Lei 8010/94.

As referidas importações se encontram paralisadas desde o inicio do ano, pois o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – órgão central do Siscomex – responsável pela análise do enquadramento do projeto beneficiário, até o momento não pôde emitir Licença de Importação. Essa demora tem prejudicado dezenas de projetos de forma irreversível.

Não precisamos grifar que muitas dessas pesquisas interrompidas dizem respeito ao interesse da sociedade, como vacinas, novos tipos de diagnósticos e terapias de doenças que acometem a população, além de tecnologias para redução do custo de exploração de petróleo e energia, biotecnologias, meio ambiente, entre outros.

Certos de termos sua compreensão para a liberação da cota de importação para CT&I, enviamos nossas cordiais saudações.

 

Atenciosamente,

Academia Brasileira de Ciências (ABC)
Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec)
Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Nacionais de Ensino Superior (Andifes)
Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies)
Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap)
Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti)
Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec)
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)

C/c. aos Ministros:  da Fazenda, Henrique de Campos Meireles, do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

 

Programa de expansão da Rede PROFNIT

Uma das ações empreendidas pela Associação Nacional Fórum de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC), no biênio 2014-2016 foi a implantação do Mestrado Profissional em Gestão da Propriedade Intelectual e Transferência para a Inovação (PROFNIT).  O curso já está plenamente implantado em 12 (doze) instituições denominadas Pontos Focais, conforme aprovado pela CAPES. Estes Pontos Focais estão localizados nas 5 regiões do Brasil, e lotados em 9 Estados da Federação.

Atendendo aos anseios das várias instituições associadas ao FORTEC e visando promover capilaridade do PROFNIT por todo o território Nacional, lançamos no mês de outubro a Chamada 03/2016 intitulada “PROSPECÇÃO DE INSTITUIÇÕES INTERESSADAS EM PARTICIPAR DO PROFNIT”.

Recebemos 14 propostas institucionais para novos Pontos Focais, a saber:

  1. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA)
  2. Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS)
  3. Instituto Federal Fluminense (IFF)/ Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF)
  4. Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
  5. Universidade do Estado do Amazonas (UEA)
  6. Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ)/Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  7. Universidade Federal de Tocantins (UFT)
  8. Universidade Federal do Amapá(UNIFAP)/Universidade do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)
  9. Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
  10. Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)/Instituto Federal do Mato grosso(IFMT) /Universidade do Estado (UEMT) do Mato Grosso
  11. Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
  12. Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  13. Universidade Federal do Piauí (UFPI)
  14. Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)

A Comissão Acadêmica Nacional (CAN) do PROFNIT está analisando cada uma das propostas e aguardando sinalização da CAPES com relação aos procedimentos necessários para a abertura da submissão formal das propostas de adesão ao APCN/Plataforma Sucupira.

Brevemente serão agendadas visitas técnicas a cada uma das instituições proponentes, de forma a apoiar as demandas para que sejam qualificáveis para adesão ao curso, seguindo as mais rígidas regras de qualidade da CAPES, às quais os Mestrados Profissionais da linha PROF são submetidos.

O Conselho Gestor e a Comissão Acadêmica Nacional parabenizam pela excelente articulação de todas as instituições que manifestaram interesse no curso e – desde já – deseja as boas vindas à Rede Nacional PROFNIT/FORTEC.

Salvador, 15/12/2016

Divulgação dos eleitos para o biênio 2017-2018

Prezados Associados,

A Comissão Eleitoral da Associação Fórum de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia – FORTEC torna público o Resultado da Apuração das Eleições, realizada nos termos do art. 53 e seguintes de seu Estatuto, através do Ato Convocatório aos 17 dias do mês de outubro de 2016, na página da internet do FORTEC (www.fortec.org.br), e que consta da Ata e relatório da eleição, encaminhados à Presidente do FORTEC, com cópia para o e-mail da secretaria (secretaria@fortec.org.br)

DIRETORIA:

– Cristina Maria Assis Lopes Tavares da Mata Hermida Quintella – Presidente;
– Shirley Virgínia Coutinho – Vice-Presidente;
– Ana Lúcia Vitale Torkomian – Diretor-Técnico;
– Gesil Sampaio Amarante Segundo – Diretor-Técnico;
– Marcus Julius Zanon – Diretor-Técnico;
– Maria das Graças Ferraz Bezerra – Diretor-Técnico;
– Wagna Piler Carvalho dos Santos – Diretor-Técnico;

CONSELHO CONSULTIVO:

– Marli Elizabeth Ritter dos Santos;
– Maria Celeste Emerick;
– Rubén Dario Sinisterra;
– Rita de Cássio Pinheiro Machado;
– Maria Beatriz Amorim Pascoa Borher.

CONSELHO FISCAL:

– Angelo Luiz Maurios Legat;
– Silvia Beatriz Beger Uchoa;
– Rozangela Curi Pedrosa;
– Sabrina Carvalho Verzola;
– Irineu Afonso Frey;
– Paulo Rogério Pinto Rodrigues.

COORDENAÇÕES REGIONAIS

COORDENAÇÃO REGIONAL NORTE:

– Maria do Perpétuo Socorro Lima Verde Coelho – Coordenadora;
– Daniel Santiago Chaves Ribeiro – Vice-Coordenador;

COORDENAÇÃO REGIONAL NORDESTE:

– Ricardo Fialho Colares – Coordenador;
– Vivianni Marques Leite dos Santos – Vice-Coordenadora;
– Sérgio Ribeiro de Aguiar – Suplente.

COORDENAÇÃO REGIONAL CENTRO OESTE:

– Valquíria Ribeiro de Carvalho Martinho – Coordenadora;
– Emanuela Marcelina Dias da Silva – Vice-Coordenadora;
– Juliana Luiza Moreira Del Fiaco – Suplente.

COORDENAÇÃO REGIONAL SUDESTE:

– Anapatrícia de Oliveira Morales Vilha – Coordenadora;
– Ricardo Silva Pereira – Vice-Coordenador;
– Sonia Maria de Brito Ribeiro – Suplente.

COORDENAÇÃO REGIONAL SUL:

– Adriano Leonardo Rossi – Coordenador;
– Ricardo Antonio Ayub – Vice-Coordenador;
– Luiz Henrique Castelan Carlson – Suplente.

Salvador, 08 de novembro de 2016

A Comissão Eleitoral