Eventos

A importância do uso estratégico da prospecção tecnológica em P&D&I pelas ICTs

Com Professoras Leila Costa D. Longa e Maria Celeste Emerick

Dias: 24 e 25 de novembro de 2020 (10h)

A disciplina abordará a importância do uso estratégico da prospecção tecnológica pelas ICTs como ferramenta chave para tomada de decisões no âmbito da P&D&I de forma que a contribuir para a transformação de conhecimentos em produtos para o mercado.

Programa Base:

O curso será realizado em dois dias divididos em:

Primeiro dia:

  • Breve Introdução abordando o artigo do  Marco Legal de CT&I que amplia as competências mínimas dos NITs incluindo a prospecção tecnológica;
  • Conceitos básicos de informação tecnológica na prospecção;
  • Patentes como fonte de informação tecnológica;
  • Formas de prospecção (P&D e mercado);
  • Estratégia de buscas (utilização de operadores de truncagem e booleanos, palavras-chave, área tecnológica através da classificação internacional de patentes – CIP)

Segundo dia :

  • Ferramentas para prospecção bases públicas (principais escritórios oficiais de patentes e outras fontes de informação) bases privadas (ferramentas de desenvolvimento de tecnologia e outras fontes de consulta)

Bibliografia sugerida:

EMERICK, C.M, Gestão Tecnológica como instrumento para a promoção do desenvolvimento econômico-social: uma proposta para a Fiocruz, dissertação de Mestrado, ENSP, 2006.

Leite, S.L- Informação para Prospecção: Um estudo exploratório na área da Saúde, Dissertação de Mestrado, ICICT, 2011

LONGA, D. C.L – Gerenciamento da Informação Tecnológica contida na Literatura de Patentes:uma proposta para a Fiocruz, Dissertação de Mestrado, ENSP, 2007

LONGA, D. C.L -Prospecção Tecnológica: Conceito e Aplicação – Livro A ciência e a Tecnologia do Futuro: aplicação dos métodos de previsão e prospecção no âmbito científico-tecnológico e social, V. 1, cap. 1, p.17 – 26, 2018.

OLIVEIRA, M.M.M, A Prospecção Tecnológica como Ferramenta de Planejamento Estratégico para a Construção do Futuro do Instituto Oswaldo Cruz (Dissertação de Mestrado) -Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, 2009.

QUINTELLA, M.C; MEIRA, M.; GUIMARÃES.K.A.; TANAJURA.S.A.; SILVA.G.R.H. – Prospecção Tecnológica como uma Ferramenta Aplicada em Ciência e Tecnologia para se Chegar à Inovação – Revista Virtual de Química, V. 3, Número 5, P. 406-415, 2011.

SANTOS, M.M; COELHO, G.M.; SANTOS, D.M; FILHO, L.F. Prospecção de tecnologias de futuro:métodos, técnicas e abordagens. Parcerias Estratégicas nº19, 2004.

 

Inscreva-se!

Inscrições por lotes, garanta descontos!​

​Você pode adquirir o COMBO (Pré-evento com os dois Cursos + XIV Encontro) com descontos! Esteja atento aos descontos e formas de pagamento.

Café com Inovação – Webinar #3

Sobre

Em virtude do momento em que estamos vivendo o Café com Inovação, em 2020, irá realizar Web Seminários reforçando a sua proposta de abordar temas relacionados à Propriedade Intelectual, a Transferência de Tecnologia e o Empreendedorismo com foco na Inovação.

O Webinar #3 convida Sônia Tapajós – Agente de Propriedade Industrial – e Hulda Giesbrecht – Analista de Inovação do SEBRAE Nacional – para falar sobre Indicação Geográfica e Marca Coletiva e o papel do SEBRAE no apoio aos pequenos negócios no uso desses ativos.

Enquanto a Indicação Geográfica protege um nome geográfico: produtos/serviços oriundos de determinada região, a Marca Coletiva identifica produtos/serviços de uma entidade coletiva titular da marca, sem a obrigatoriedade de remeter a uma área geográfica específica.

A live terá moderação de Noélia Falcão, coordenadora do Arranjo AMOCI e da Coordenação de Extensão Tecnológica e Inovação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA e Juliana Gomes, assessora de Transferência de Tecnologia da COETI/AMOCI.

Quando

O Webinar #3 será realizado no dia 22 de outubro de 2020, às 10 horas (Horário de Brasília).

O acesso à live é gratuito. O link da transmissão será enviado no dia 21 de outubro, para o e-mail informado durante a inscrição. Você poderá fazer suas perguntas no chat: elas serão respondidas ao final da live.

Quem participa

Sônia Tapajós – Agente de Propriedade Industrial

Mestre em Propriedade Intelectual e Inovação, pela Academia do INPI; Agente de Propriedade Industrial, consultora técnica do escritório Tapajós & Tapajós Advogados Associados e sócia da Tapajós & Tapajós Propriedade Intelectual.

Atua na proteção de ativos da propriedade intelectual, tais como, marcas, patentes, desenhos industriais, indicação geográfica, programa de computador, direito autoral e transferência de tecnologia, com larga experiência na prestação de serviços para micro e pequenas empresas comerciais e industriais, instituições de ensino e pesquisa, entidades de classe, pessoas físicas, comunidades produtoras rurais entre outros.

Hulda Giesbrecht – Analista de Inovação do SEBRAE Nacional

Graduada em Engenharia Química pela Universiade Federal de Minas Gerais (UFMG), é especialista em Informação Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e mestre em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (UnB).

Atua como Analista de Inovação no Sebrae Nacional, especialmente nos temas de Propriedade Industrial e Normalização Técnica.

Inscreva-se

Clique no link http://bit.ly/CafeInovacaoWebinar3 e faça sua inscrição!

Candidaturas Homologadas pelo Diretório para Eleição Gestão 2021-2022

CANDIDATURAS PARA A GESTÃO 2021-2022 DO FORTEC

Candidaturas Homologadas pelo Diretório FORTEC em 07 de outubro de 2020.

 DIRETORIA – Chapa “Inovação para um Brasil Independente”

  • Gesil Amarante Sampaio Segundo – Presidente – Linkedin
  • Ana Lúcia Vitale Torkomian – Vice Presidente – Linkedin
  • Marli Elizabeth Ritter do Santos – Diretora Técnica – Linkedin
  • Noélia Lúcia Simões Falcão – Diretora Técnica – Linkedin
  • Juliana Corrêa Crepalde Medeiros – Diretora Técnica – Linkedin
  • Silvia Beatriz Beger Uchoa – Diretora Técnica – Linkedin
  • Olivan da Silva Rabello – Diretor Técnico – Linkedin

_____________________________________________

CONSELHO FISCAL

____________________________________________

Coordenação Regional NORTE (NO) – Chapa “Articulação Norte”

  • Antônio do Socorro Ferreira Pinheiro – Coordenador Regional NO – Linkedin
  • Sonia Iracy Lima Tapajós -Vice Coordenadora Regional NO  – Linkedin
  • Marcio Rodrigues Miranda – Suplente Regional NO – Linkedin

______________________________________________

Coordenação Regional NORDESTE (NE) – Chapa “Nordeste em ação pela inovação”

  • Daniel de Lima Pontes – Coordenador Regional NE
  • Maria da Glória Almeida Bandeira – Vice Coordenadora Regional NE
  • Geraldo Leite Maia Junior – Suplente Regional NE

__________________________________________________

Coordenação Regional CENTRO-OESTE (CO) – Chapa “NIT CO”

  • Paulo G. Barboni D. Nascimento – Coordenador Regional CO
  • Alexandre dos Santos – Vice Coordenador Regional CO
  • Marileusa D Chiarelo – Suplente Regional CO – Linkedin

___________________________________________________

Coordenação Regional SUDESTE (SE) – Chapa “Regional Sudeste”

  • Marcelo Gomes Speziali – Coordenador Regional SE – Linkedin
  • Karla Bernardo Mattoso Montenegro – Vice Coordenadora Regional SE
  • Cecilia Anita Hasner Domjan -Suplente Regional SE

_________________________________________________

Coordenação Regional SUL (SU) – Chapa “FORTEC-SUL”

  • Vinicius Farias Campos – Coordenador Regional SU – Linkedin
  • Aluízia Aparecida Cadori – Vice Coordenadora Regional SU – Linkedin
  • Alexandre Donizete Lopes de Moraes – Suplente Regional SU

__________________________________________________

Conselho Consultivo

  • Maria Celeste Emerick – Linkedin
  • Maria das Graças Ferraz Bezerra – Linkedin
  • Newton Frateschi – Linkedin
  • Cristina Quintella
  • Rubén Sinesterra
  • Ricardo Silva Pereira – Linkedin
  • Edilson da Silva Pedro – Linkedin
  • Henry Suzuki – Linkedin
  • Erik Schüler
  • Wagna Piler de Carvalho dos Santos – Linkedin

 

*Pedimos aos candidatos que atualizem seus Perfis no Linkedin. Aqueles candidatos que o Linkedin ainda não foi informado, pedimos que enviem para secretaria@fortec.org.br

XIV Encontro Anual de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia – SISTEMAS COMPLEXOS E DINÂMICOS DE INOVAÇÃO

Participe do XIV Encontro Anual de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia – SISTEMAS COMPLEXOS E DINÂMICOS DE INOVAÇÃO. Em 2020 o Encontro Anual será online, dividido em Pré-Evento (novembro de 2020) e Evento principal (dias 10 e 11 de dezembro de 2020)

Inscreva-se: http://fortec.org.br/xiv-encontro-fortec/

O Futuro da Transferência do Conhecimento como Instrumento de Impacto Social

A propriedade intelectual dos resultados das pesquisas, e a transferência para o mercado era uma atividade secundária, mas nos anos 2000, percebe-se uma evolução para uma maior abrangência do papel das ICTs, ampliando o seu papel no ecossistema de inovação, incluindo a criação de spin-offs como forma de transferir o conhecimento gerado na P&D. 

Na prática, o que tem sido observado é que nem todas as universidades adotam o mesmo escopo de atividades de transferência de tecnologia, mas, como um coletivo, têm feito mais do que apenas depositar pedido de patentes e celebrar contratos de licenciamento.

A transferência de conhecimento e tecnologia tem evoluído para incluir o desenvolvimento e transferência em consórcio, criação de startups, colaborações com o setor empresarial para a geração de negócios inovadores, o que, sem dúvida, vem tornando o sistema mais complexo, prevendo-se mudanças ainda mais profundas num futuro próximo. 

Em suma, as transformações na transferência de tecnologia passarão a requerer maior flexibilidade e abrangência, e oNITs deverão rever a metodologia de monitoramento de sua performance, adotando métricas para rastrear tendências e mostrar o impacto dos  seus resultados, sendo este o objeto que se pretende discutir neste tema.

Inovação em Educação: Desafios da Transformação Digital em Tempos de COVID-19

O impacto da COVID-19 se fez sentir de forma abrupta, em todos os seguimentos de atividades, exigindo muita criatividade das instituições e dos profissionais, na busca de alternativas para manter um mínimo de regularidade nas ações da sociedade.

Isso tem ocorrido, também, no ambiente das ICTs que, num prazo absolutamente exíguo, tiveram que buscar soluções para não comprometer suas atividades de ensino e pesquisa. 

Neste sentido, as tecnologias digitais foram as grandes aliadas para inovar e transformar o ensino presencial em virtual, sobretudo nas universidade, trazendo uma nova abordagem para a formação de recursos humanos. Além disso, a disseminação virtual de conteúdos elaborados para aulas presenciais traz à tona aspectos relacionados aos Direitos de Autor e Conexos, que até então não constituíam preocupação nas funções tradicionais das ICTs.

Por outro lado, o formato virtual e a participação dos alunos, por meio de uma tela de computador ou de um telefone celular, exigem do professor habilidades para motivá-los e mantê-los atentos, por um tempo relativamente longo, sem a necessária capacitação. 

Esse tem sido um grande desafio, e o objetivo da discussão deste tema é justamente informar e esclarecer sobre práticas recomendáveis à realização dessas atividades de forma adequada e inovadora, minimizando o risco de infração de Direitos de Autor, próprios e de terceiros, além  de propiciar uma melhor interação nas atividades ensino-aprendizagem.

Aspectos Legais da Inovação, Gargalos na Implementação das Legislações e Boas Práticas de Gestão da Inovação

Desde a implementação da Lei de Inovação, promulgada em 2004, e a colocação em prática das diretrizes decorrentes de sua execução no âmbito das ICTs, muitos gargalos têm sido identificados.

 Para superá-los, um novo Marco Legal de C,T&I foi sancionado, e legislações complementares têm sido implementadas, com o objetivo de contornar os eventuais conflitos  e aperfeiçoar as condições de execução dos novos instrumentos legais.

 Assim, o que se busca discutir nos painéis e mesas redondas que tratarão deste tema, é apresentar os desafios que as ICTs vêm enfrentando, trazidos pelos novos marcos legais, bem como suas experiências, para compartilhar com os participantes do XIV FORTEC. 

Sistemas Complexos e Dinâmicos de Inovação

O enfrentamento da pandemia decorrente da disseminação global do Coronavírus,  COVID-19, desde o início de 2020, com suas nefastas consequências para a humanidade, tornou fundamental criar um espaço de reflexão e de discussão sobre alternativas para que a inovação possa ser desenvolvida, com o objetivo de melhorar a qualidade da vida das pessoas. 

Nesse contexto, torna-se também importante conhecer melhor o funcionamento dos sistemas complexos, que emergem num nível totalmente novo para o próprio sistema, interconectando-se entre si, sem isolar totalmente os elementos ou reduzir o todo a um só nível. 

O objetivo de trazer este tema à discussão é demonstrar que a complexidade observada nos ecossistemas de inovação, pode ser observada, também, na forma em que a transferência do conhecimento, da academia para o mercado, tem evoluído.